A gastronomia afetiva de Thompson Lee

16 set

O talentoso chef em ação!

Na singela São Francisco Xavier (São Xico ou SFX, para os íntimos), com suas charmosas ruazinhas interioranas e seus cenários naturais que esbanjam toda a beleza da Serra da Mantiqueira, encontra-se o excelente restaurante Yoshi

CYNTHIA PASTOR (cpastor@jornaldacomunidade.com.br)

Com sua arquitetura que remete ao casario oriental, na cozinha do chef Tomphson Lee (o Tom) pratica-se uma culinária ancestral e afetiva com roupagem de alta gastronomia. Entrar no Yoshi significa entrar na intimidade da família Lee, onde Tom, com sua esposa Geisa (que é descendente de japoneses) e seus filhos participam de todo o serviço do restaurante. Ali, tem-se aquela ótima sensação de estar visitando um velho e bom amigo, onde se é recebido com aconchego, carinho e aromas maravilhosos que brotam sutilmente da cozinha. Inclusive, é válido ressaltar, que simpatia, leveza e talento são ingredientes que compõem a personalidade do chef.

Tom, cuja família é oriunda de Taiwan, começou a praticar o que aprendeu com os pais tardiamente, especificamente quando a família resolveu mudar-se para os Estados Unidos, abrindo seu próprio restaurante chinês tradicional. Receitas ancestrais ganharam corpo e uma forma muito harmônica e diferenciada nas mãos talentosas de chef. De volta ao Brasil, após formar-se no Culinary Institute of America, de Nova York, Tom capitaneou a festejada e competente cozinha do restaurante Mestiço, da chef Carla Pernambuco

 Menu asiático especial

O que se degusta no Yoshi são pratos asiáticos repletos de uma delicadeza quase zen, e que somam as culturas chinesa e japonesa. Didático ao falar, o também professor Thompsom Lee (ele é docente nas faculdades Anhembi-Morumbi, Senac e Univali) é dono de uma paciência oriental, que se faz necessária para explicar a receita do pato à laqueado à Pequim, que só é feito com encomenda prévia. Numa sequência especial, com toque de mestre da alta gastronomia, o pato chega numa hors d’oeuvre com peles sequinhas e douradas à pururuca servidas com mini-crepes e molho hoi shin. Em seguida, chega o perfeito magret de canard servido com a coxa do pato e um mix de legumes regado com molho oriental acompanhado por pães chineses cozidos no vapor.

Magret de canard servido com a coxa do pato, um mix de legumes com molho oriental e pães chineses feitos no vapor

Quem não quiser literalmente “pagar o pato”, pode apreciar receitas saborosas como o Tonkatsu (lombo de porco empanado em massa crocante servido com gohan japonês, salada e molho apimentado), que é uma receita típica da região taiwanesa, o salmão grelhado em crosta de gergelim e molho tare ou o Sichuan Beef (da região chinesa de mesmo nome também com toques quentes de pimenta!). Para os vegetarianos as pedidas também são especiais, entre elas o guioza com legumes ou o shimeji na manteiga para entrada, o tofu com legumes, cogumelos frescos (que geralmente são produzidos na região da Mantiqueira) e molho apimentado ou o lamen com legumes. Os tradicionais yakissobas e tepans também estão no cardápio para os que não pretendem se aventurar na alta culinária. Todavia, essa aventura compensa saborosamente, e ainda mais, se harmonizada com as ótimas caipisakês da casa. Para terminar, adoce mais a vida com a especial banana flambada servida com sorvete de coco queimado e calda de gengibre. Outras grandes pedidas são, o petit gâteau assado na hora e o sagu de tapioca com sorvete e cocada de abóbora japonesa. Thompsom Lee, sua família e sua casa, são tão doces e inesquecíveis quanto São Chico! Visite!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: