Pensamento da semana que passou

3 nov

“É proibido não rir dos problemas
Não lutar pelo que se quer,
Abandonar tudo por medo…” (Pablo Neruda)

Happy hour no Zacks

3 nov

Quem gosta de aproveitar o fim de tarde para degustar um drink, comer tira gosto e jogar conversa fora tem uma nova opção na cidade: o Zacks – The Finest Grill & Burger, no Brasília Shopping. Diariamente das 17h às 20h, ao comprar dois chopps (de R$ 4,90 ou R$ 5,90), o cliente leva o terceiro de graça. E a bebida não é a única atração do happy hour do local; os petiscos tradicionais complementam o cardápio, além da sopa de cebola, ideal para o clima chuvoso da capital nesta época. Big Margarita Frozen, Margarita Tradicional, Piña Colada e Sex on the Beach são algumas das opções de drinks, além das tradicionais caipirinhas e capivodkas e dos coquetéis de frutas com ou sem álcool. Os preços variam de R$ 9 a R$ 24,90.    

Serviço

Zacks – Finest Grill & Burger

Happy Hour: Das 17h às 20h. Na compra de dois chopps, o cliente ganha o terceiro

Local: 2º piso do Brasília Shopping

Horário de funcionamento: Todos os dias, das 10h às 23h, ou até o último cliente.

Telefone: (61) 3328-0004

Site: www.zacks.com.br

Chile em alta

3 nov

A Maison des Caves, boutique de vinhos, adegas e acessórios do grupo Art des Caves, acaba de trazer ao Brasil dois fantásticos vinhos chilenos da marca Malco, da vinícola Viña Ralco, localizada no coração do Valle de Curicó, a 200 quilômetros de Santiago. Fundada em 1961 pela família Achurra, a vinícola possui uma área de 1.200 hectares de produção com uma grande variedade de uvas, como Cabernet Sauvignon, Merlot, Carménère, Malbec, Syrah, Chardonnay, entre outras. O primeiro rótulo de importação exclusiva é o Malco Cabernet Sauvignon Family Reserve 2009. De cor vermelho bem escuro e opaco, proporciona um mix de aromas, como ameixas, cerejas, alcaçuz, baunilha e cacau. Na boca, é encorpado com taninos firmes, porém misturados. Possui também notas de cereja e caramelo no final. Para sua harmonização, são indicados alimentos como peru recheado com carne de porco, presunto, ameixas e uvas passas. Já o segundo vinho, o Malco Carménère Reserva 2010, é indicado para degustar com pratos mais leves, como o coelho ensopado. De visual vermelho bem escuro com realces de violeta, possui aroma intenso de framboesa, mentol, chocolate e um leve toque de defumação. Na boca, seu paladar inicial é suave, encorpado no palato e bem equilibrado. www.maisondescaves.com.br

Degustação de cafés

1 nov

Aulas ministradas pelo experiente professor Fábio Ruellas, as próximas aulas acontecem nos dias 17 e 18 de janeiro das 19h às 21h. Com carga horária de 4 horas e espaço para apenas 5 alunos, o curso tem o preço de R$ 310 e inclui apostila, abordando quais as características dos diferentes tipos de café, de onde vieram os sabores e fazendo entender qual café você prefere, com aulas como: Arábica ou Robusta; Aroma e Paladar; Classificação dos cafés; Diferenças das origens; Ponto de torra; Blends; Modos de preparação.

Com o número limitado de vagas, os cursos tornam a experiência ainda mais exclusiva e satisfatória. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 3082-9969 ou através do e-mail cursos@santograo.com.br, enquanto as inscrições devem ser feitas através do site www.santograo.com.br

Santo Grão Café

Rua Oscar Freire, 413 – Jardins – Tel.: (11) 3082-9969

Nova casa do grupo Rubaiyat

24 out

 A gastronomia do Porto Rubaiyat é pautada na harmonia de cores, sutileza de sabores, riqueza e diversidade dos ingredientes de ambas as culturas, cuja cozinha é comandada pelo chef espanhol José Luis Candenas, membro da equipe do chef Jesùs Ramiro, duas estrelas do Guia Michelin. O novo restaurante chega num momento muito especial para o Brasil e Espanha, onde existe uma maior demanda dos serviços de gastronomia e turismo e a necessidade do país em se qualificar para os dois grandes eventos que hospedará, a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016.

De acordo com o diretor-executivo do Porto Rubaiyat, Carlos Iglesias, a excelência no atendimento ao cliente, uma gastronomia autoral e artesanal, que contempla a nutrição e o bem-estar, pautada nos preceitos da cozinha espanhola e mediterrânea, mas que incorpora a tradição e os hábitos alimentares dos brasileiros, com a introdução de peixes de rio como o tambaqui, e ingredientes regionais, são pontos fundamentais da nova casa. Além disso, rastreabilidade, qualidade e origem dos produtos e recursos humanos qualificados e em sintonia com a sustentabilidade, também compõem o norte da operação do Porto.

O couvert do Porto Rubaiyat é variado, colorido e gourmet, e tem em sua composição receitas especiais, como a costelinha de tambaqui grelhada e servido com molho de curry de madrás e limão siciliano, tomate confitado com salada de folhas orgânicas e muçarela, tortilha espanhola, brandade de bacalhau com piperrada e croutons, bocadillo (tapa de pancheta defumada e muçarela de búfala), figo com queijo cremoso e azeite extravirgem, azeitonas com mix de legumes temperados, mini gazpacho e diversos tipos de pães caseiros.

Receitas hispânicas
O gazpacho e seus crudites, buñuelos de bacalhau, cebola recheada de funghi porccini, tortilha ao estilo porto com polvo, trio de queijos e pães sortidos, tostada de presunto ibérico com pão e tomate, chipirones salteados à la bilbaina com maionese de leite, carpaccio de bacalhau com salmorejo cordobês, presunto ibérico pata negra. Todas essas receitas compõem o cardápio de tapas do Porto Rubaiyat. Ainda com sabores hispânicos, o cochinillo assado ao forno de lenha com purê de abóbora e o carré de cordeiro na brasa com molho de hortelã.

Produtos da fazenda
O Porto mantém a tradição de servir iguarias especiais oriundas da Fazenda Rubaiyat, localizada em Mato Grosso, como é o caso do frango caipira label rouge, o bife de chorizo brangus e o tropical kobe beef. O menu traz acompanhamentos, como purê de abóbora, batatas ao forno, farofa, vegetais variados da estação e batatinhas sufê. As massas frescas, como a lasanha de bacalhau ao molho de vinho branco e açafrão também estão no menu. E para harmonizar toda essa variedade, na adega do Porto Rubaiyat, uma extensa carta de vinhos com mais de 450 rótulos de diversos países, Espanha, Itália, Argentina, Chile, Portugal, Hungria, Brasil, Austrália, Nova Zelândia, Alemanha, Grécia, Estados Unidos, África do Sul e Uruguai.

 

Boa mesa e boa sorte!

24 out

 A tradição de saborear o nhoque da sorte em casas de origem italiana começou com um frade andarilho numa pequena aldeia e permanece até os dias de hoje

cpastor@jornaldacomunidade.com.br

Reza a lenda que o tal frade teve sua vida transformada depois que recebeu um prato de nhoque em um dia 29, de um mês qualquer. Todavia, tal história tem vertentes variadas, mas a receita é de fato uma das mais antigas e utilizadas desde o período do apogeu romano. Feito com farinha de trigo ou semolina inicialmente, somente no século XVI, a iguaria passou a ser elaborada com batata.

Em italiano gnocchi, o nhoque, em português, de acordo com Marcella Hazan, autora do livro Fundamentos da cozinha italiana clássica, deve ser sempre leve e fofo, seja ele de batata, semolina ou farinha de trigo. Ela diz ainda que os bons coziheiros da região do Vêneto, não acrescentam ovos ao nhoque de batata. Outra dica de Marcella é a escolha da batata correta. De acordo com ela, a batata “confiável” para nhoque é aquela que não é muito grande ou muito nova, uma vez que as grandes são muito “farinhentas” e as novas excessivamente úmidas.

Para o molho, ela recomenda o de pesto, o de gorgonzola e o de tomate com cebola e manteiga. Entre as receitas sugeridas pela pesquisadora, há desde o nhoque de semolina assado, até o de espinafre com ricota.

Simpatia italiana

O chef Dudu Camargo, sempre deu essa forcinha para a sorte de seus clientes na Cantina Unanimità (na 409 Sul). Por lá, quem escolher uma das opções de nhoque, ganha um dólar para fazer a simpatia italiana. O ideal, segundo o chef, é comer sete deliciosas bolinhas, de preferência em pé, com o dólar debaixo do prato, e, em seguida, guardar a cédula para atrair dinheiro e fortuna.

Este mês, o menu oferecido na Unanimitá destaca o nhoque de ricota com espinafre, o ao molho pomodoro e manjericão, o de molho de gorgonzola e pera gratinada, o de batata baroa e, ainda, os saborosíssimos nhoques com capim santo, molho de camarão, leite de coco e lascas de manga. A cantina oferece ainda uma diferenciada receita de nhoque à base de batata doce, com molho de carne de panela rústico ou ao molho de calabresa fresca. Todos os pratos são individuais.

Na recém-inaugurada Hostaria dei Sapori (na 212 Sul), a tradição do Dia do Nhoque também é mantida. A casa serve a iguaria com os molhos pomodoro basílico, La Boscaiola e ao pesto genovese, a um custo de R$ 30 (individual) e R$ 50 (para duas pessoas). Além disso, na hostaria, o cliente tem à disposição folhetos da Smorfia Napoletana, uma espécie de dicionário de sonhos, que referencia significados a um número para ser jogado na loteria.

Nirá Sushi….nova casa nipônica em BsB

7 out

 Recém-inaugurado em Brasília, o Nirá Sushi abre as suas portas também para o almoço, de sexta a domingo, a partir das 12h, oferecendo saborosas receitas nipônicas. Mas, para quem prefere um jantar à dois ou entre amigos, a casa funciona de terça a domingo, sempre a partir das 18h. Todos os pratos da casa levam a assinatura do sushiman, Daniel Ken, filho de japoneses e com experiência de dois anos de labuta em restaurantes no Japão. O Nirá Sushi fica na 116 Norte, entre a Vila Milagro Pizzas e Crepes e o Café Savana.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.