As melhores carnes, os melhores vinhos

12 set

Grife internacional conhecida por oferecer os melhores cortes Premium do mundo, Fogo de Chão lança carta de vinhos com quatro rótulos próprios

Combinar vinhos e cardápio é um dos grandes desafios da boa mesa e dos apreciadores da alta gastronomia. Com aroma poderoso e paladar intenso, o casamento entre vinho e comida pode ser perfeito, desde que suas características sejam harmonizadas corretamente. Em países de clima frio, acompanhar carnes vermelhas com vinhos é hábito comum e, aqui no Brasil, a tendência ganha cada vez mais espaço nas rodas da alta gastronomia. A Fogo de Chão, grife internacional reconhecida pela excelência em preparar e servir as melhores carnes do mundo, agora rotula quatro vinhos exclusivos, com uvas especialmente selecionadas das principais regiões do novo e velho mundo, para harmonizar com os cortes Premium de sua carta.

Na busca por bebidas que estejam em equilíbrio com os melhores cortes de carne do mundo, a Fogo de Chão ajustou as composições que mais se identificam com o autêntico estilo gaúcho de fazer churrasco e as traduziu em quatro vinhos provenientes das regiões mais badalas da Itália, do Chile e da Argentina.

Malbec – Safra 2008

Elaborado com uvas Malbec, este vinho é o mais famoso da Argentina, especificamente de Luján de Cuyo. A bebida é particularmente conhecida por sua profunda cor vermelha rubi com reflexos violetas, enquanto seu intenso aroma se desenvolve com um bouquet elegante, apresentando resquícios do envelhecimento em grandes tonéis de carvalho francês. Na boca resulta um vinho estruturado, sólido, persistente com toques de ameixas, cerejas pretas, frutos e nozes e de incrível longevidade. R$ 98

Barolo – Safra 2004

O Barolo é um vinho produzido no noroeste da Itália, Província de Cuneo, região do Piemonte e sob DOCG ou “Denominação de Origem Controlada e Garantida”. Ficou conhecido como o Rei dos Vinhos e o Vinho dos Reis. Sua uva Nebbiolo costuma ter uma evolução na taça que impressiona. Os aromas e sabores vão se alterando constantemente, seduzindo o degustador, que viaja por essências de frutas (ameixas secas), florais (baunilha, alcaçuz, rosas) e chocolate.  R$ 198

Primitivo di Manduria – Safra 2008

Produzido no sul da Itália, na região da Puglia, a casta Primitivo proporciona vinhos tintos intensos, com aromas de cereja, compota de ameixas, especiarias, principalmente a pimenta-do-reino. O Primitivo de Manduria é um exemplar perfeito de vinho intenso, vermelho profundo, com perfume complexo, grande corpo e taninos bastante persistentes. R$ 98

Cabernet Sauvignon – Safra 2008

Envelhecido durante 12 meses em barricas de carvalho francês novas e de 2° uso. Cor rubi com tons de violáceo. Aroma de frutas negras maduras, amoras, notas tostadas e defumadas, café, pimenta-do-reino preta e chocolate. Na boca, grande estrutura, com intensa e fina trama de taninos. Características que fazem deste Gran Réserve um vinho elegante e de grande personalidade. R$ 98

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: